Milan & Verona | Seeking Adventures

Pt: Eu sei, eu sei... Prometi esta publicação há cerca de  3 meses e nunca mais cá pus os pés. Vida de estudante universitária é muito complicada e preenche muito do meu tempo e, com muita pena minha, o blog tem de ficar muitas vezes para segundo plano. Mas volto para partilhar convosco esta viagem espetacular que fiz. 
Juro que nunca pensei ir a Itália nos próximos tempos, mas a oportunidade surgiu e aproveitei (aproveito já para agradecer à querida Ghira). Cheia de imprevistos, gargalhadas e peripécias, assim foi esta viagem partilhada com as minhas melhores amigas.
En: I know, I know ... I promised this post 3 months ago and I haven't published it yet. University student life is very complicated and fills most of my time  and, unfotunately, the blog doesn't come as my biggest priority at the moment. But I'm back to share with you guys this spectacular trip I made.
I swear I never thought that I would travel to Italy anytime soon, but an opportunity came and I took advantage of it. Full of unforeseen events, laughter and weird moments, this was my trip with my best friends.

Pt: Bem, para começar, posso dizer que pensei que Milão tinha muito mais sítios a visitar. E com sítios, quero dizer museus, monumentos e tudo o que diga respeito a arte e cultura. Ainda assim tem muito para oferecer (se forem a Milão, é obrigatório visitarem a Duomo e o Cemitério Monumental de Milão). Claro que sendo a capital da moda, Gucci's e Versace's era o que para lá havia mais e portanto muito do tempo passado lá, foi dentro de lojas de roupas, maquilhagem, sapatos (tudo coisas que custam mais que os olhos da cara). Ainda assim, adorei e achei a cidade espetacular e, para os apaixonados por moda, é sem dúvida um must. As pizas e os gelattos são de chorar por mais e tenho também de vos falar da Farmácia Alcoólica que tem buffet e serve variados cocktails - é super acolhedora nas noites frias.
En: Well, to begin with, I can say that I thought Milan had much more places to visit. And with places, I mean museums, monuments and everything related to art and culture. Even so, this city has a lot to offer (it is mandatory to visit the Duomo and the Monumental Cemetery of Milan). Of course, being the fashion capital, there ere plenty of Guccis and Versaces, so we spent some timw inside clothing make-up and shoes stores,. Still, I loved it and found it a spectacular city, and for those in love with fashion, it's definitely a must.  Pizzas and gelattos are to cry for more and I also need do mention the Alcoholic Pharmacy which served a buffet and lots of cocktails - it is a super cozy place, specially on cold nights.

Pt: Já Verona é uma pequena cidade, mais conhecida pela história de Romeu e Julieta. É bastante pequena, principalmente comparada com Milão, mas gostei mais de a visitar porque tem um aspeto bastante acolhedor, as casas tem cores super giras, tem jardins lindíssimos, passámos também por uma feira muito gira e pudemos visitar a estátua e a varanda da Julieta, assim como a Ponte Pietra que tem uma vista maravilhosa sobre o rio.
En: AVerona is a small town, best known for the history of Romeo and Juliet. It is quite small, especially compared to Milan, but I liked it more because it has a really cozy appearance, the houses have super cute colors, it has beautiful gardens and we also went to a very touring fair and we were able to visit the statue and the balcony of Juliet, as well as the Bridgw Pietra which has a wonderful view over the river.
Fotografias por: Daniela Marques, Margarida Sousa, Maria Ghira, Marta Martins

Pt: Espero que tenham gostado muito desta publicação e, se tiverem sugestões e opiniões a dar, são sempre bem-vindas e podem deixá-las nos comentários.
En: I really hope you have enjoyed this post and if you have any suggestions or opinions you'd like to share with me, please leave them on the comments. 

Social Networks | Se me quiserem seguir nas redes sociais, deixo aqui o link:









Her Time | Fotografia


She has been feeling it for awhile now - that sense of awakening. There is a gentle rage simmering inside her, and it is getting stronger by the day. She will hold it close  to her - she will nurture it and let it grow. She won't let anyone take it away from her. It is her rocket fuel and finally, she is going places. She can feel it down to her very core - this is her time. She will not only climb mountains - she will move them too.
- Lang Leav
Modelo: Margarida Sousa (blog Fairy Hearts) 

É tão difícil passar os nossos pensamentos para o papel. Ou porque nos esquecemos ou porque deixa de fazer sentido... Apesar de achar que a escrita não é o meu forte, de todo, adoro ler e descobrir novas histórias e saber que há alguém no mundo que pense de determinada maneira ou que escreva histórias tão interessantes e belas e eternas que são tão especiais para tanta gente. Mas sempre ouvi dizer "uma imagem vale mais que mil palavras" e concordo plenamente.  Acho que a fotografia é uma história que não conseguimos explicar por palavras. Permite ao leitor fazer a sua própria interpretação e ser ele o narrador da história. E é isso que a fotografia tem de tão especial, para mim.
Hoje trago-vos um post de fotografia, algo que já não fazia há muito tempo e quero começar a fazer mais, uma vez que adoro fotografar. Especialmente pessoas. Porque, apesar da perfeição não existir, durante um segundo, aquele preciso segundo em que a fotografia foi tirada, tudo está perfeito e tudo está em harmonia. 
Venho também anunciar-vos que muito brevemente irei fazer uma viagem a Milão e estou mega ansiosa, acho que vai ser brutal! Claro que irei partilhar algumas fotografias aqui no blog e irei falar-vos desta experiência.


It is so difficult to put our thoughts in to paper. Maybe because we forget them or beacause it ceases to make sense... Although writing isn't my streghth, at all, I love reading and discovering new stories and knowing that there is another person in this world that thinks in a certain way or that writes stories that are so interesting and beautiful and eternal that are so special for so many people. But I've always heard "an image is worth a thousand words" and I totally agree. I think photography is a story that we can not explain in words. It allows the reader to make his own interpretation and to be the narrator of the story. And that's what a photograph means to me.
Today I bring you a photography post, something that that I haven't done for a while and I want to start doing it more, since I love to photograph. Especially people. Because, although perfection doesn't exist, during just a second, the one second when the photograph is taken, everything seems perfect and everything is in harmony.
I would also like to announce to you that very soon I will be travelling to Milan and I am so very anxious, I think it will beso awesome! Of course I will share some photos here on the blog and I will tell you all about this experience.




Top 3 livros preferidos | Painted with words


Hoje trago-vos um tema diferente, como já tinha anunciado na publicação anterior. O tema desta publicação é algo que me é muito querido. Vou dar-vos a conhecer um pouco sobre os meus 3 livros preferidos. Claro que tenho vários e foi difícil de escolher, mas estes são aqueles que realmente me marcaram mais.

3. Different Seasons (Estações Diferentes) , Stephen King

Stephen King é um autor bastante conhecido pelos seus livros de terror fantástico e ficção, como por exemplo Carrie ou The Shining. Se estes nomes não vos são estranhos, é porque já devem ter visto ou, pelo menos ouvido falar destas adaptações cinematográficas. E foi mesmo por esta razão que descobri este livro, que conta com 4 histórias diferentes (daí o título), pois 2 dos meus filmes preferidos são 2 das histórias contadas por King nesta obra. São elas: 
Condenados de Shawshank - Esta é a história de um homem que é preso inocentemente e retrata a sua experiência na prisão, assim como a sua tentativa de fuga;
O Aluno Dotado - Esta foi a história do livro que mais me intrigou, por ser algo tão diferente e inesperado, em relação ao que costumo ler. Trata-se de um rapaz que sempre teve um comportamento exemplar, mas que após conhecer um homem idoso e descobrir o seu passado sombrio, o chantageia e desafia a despertar consigo todo o mal que nele existia e que estava há muito tempo enterrado;
O Corpo (adaptado ao cinema com o título Stand By Me) - Uma história sobre como a amizade é mais especial quando se é um miúdo de 12 anos em busca de aventura com os seus 3 melhores amigos. 
A Técnica da Respiração - Esta é uma história macabra sobre uma mulher que está disposta a dar à luz o seu filho, mesmo que para isso o tenha de o manter vivo nas condições mais extraordinárias.

O livro está muito bem escrito e as histórias são muito envolventes, não nos deixando desviar o olhar do livro, enquanto não tivermos acabado de o ler. O que destaco mais desta obra são, sem dúvida, as personagens, que são descritas com grande detalhe e dei por mim a tentar perceber o seu modo de agir e pensar, o que torna esta experiência de leitura muito especial.

2. The Catcher in the Rye (À Espera no Centeio), J. D. Salinger
Deixa-me tão feliz saber que estou a partilhar esta história com alguém, porque este foi um dos livros que mais marcou a minha adolescência e é uma história com a qual sempre me vou identificar e que me faz relativizar o que realmente importa. Aborda temas como a alienação, o sofrimento que sentimos enquanto crescemos, a falsidade do mundo adulto, a solidão e o início de relacionamentos e da sexualidade na adolescência.
No fundo, The Catcher in the Rye é um clássico americano que conta a história de um miúdo de 16 anos que se sente perdido, sem saber dar rumo ao seu futuro. Apesar de ser um rapaz inteligente e sensível, Holden Caulfield narra a história com um tom aborrecido e cínico. Após ser expulso do seu quarto colégio, este embarca numa aventura inesperada, onde conhece várias pessoas diferentes e passa por experiências que nunca imaginou.
O que realmente torna este livro tão especial e único é o facto de qualquer que seja a idade, sexo ou personalidade de quem esteja a ler, todas as pessoas se podem identificar com este personagem icónico, que apenas se quer descobrir a si próprio, descobrindo o mundo à sua volta.

1. 1984, George Orwell

1984 é aquele livro que, na minha opinião, devia estar na lista de "Livros a ler antes de morrer" de qualquer pessoa. Quando o li, passei tanto tempo a pensar nele, em todos os pormenores e a tentar arranjar uma explicação na minha cabeça para o que tinha acabado de ler. É uma história tão complexa mas que nos permite tirar conclusões tão simples. Aquilo que tirei deste livro foi que na vida, existe uma infinidade de coisas que não conseguimos controlar mas que ainda assim, podemos tentar dar a volta por cima. Que se nos forçarmos a acreditar em algo e o repetirmos na nossa mente, conseguimos acreditar. Que mesmo que lutemos para alcançar um objetivo de bem maior, nem tudo é possível, pois muitas vezes, existe alguém com mais poder ou malícia que vai fazer de tudo para nos parar. Que nem tudo é o que parece e que as pessoas fingem ser o que não são para obter algo em troca.
Esta é a história de um mundo utópico em que o governo é constituído por um poder totalitário perfeito em que a revolta é impossível, e cujo lema é:

 "Guerra é paz,
Liberdade é escravidão
Ignorância é força."

As pessoas são vigiadas por câmeras de vigilância, incluindo nas suas próprias casas e são dominadas pelo "duplipensar" que é o termo que explica o facto de apesar de as pessoas saberem que algo não aconteceu, se o "Big Brother" (líder do Partido) diz que aconteceu, têm de acreditar mesmo sabendo que não é verdade. O mesmo termo que pode fazer qualquer um acreditar que 2+2=5, pelo simples facto de o repetirem nas suas mentes.
O protagonista desta história é Winston, um funcionário do Ministério da Verdade, da Oceania. Winston era um homem indiferente à sociedade totalitária em que vivia mas, após ter encontrado o seu grande amor em Julia e ter sido incentivado por O'Brien (um membro do Partido Interno com quem Winston simpatizava), passou a revoltar-se contra o Partido e ter as suas próprias opiniões. Winston vive esta grande aventura, de viver por si e não por quem se encontra no poder, para aprender a maior lição da sua vida.
Este é o meu livro preferido pela intensidade da escrita e dos personagens, que são tão envolventes e pela história que nos deixa tão revoltados quanto o próprio Winston.


Espero que tenham gostado desta publicação, pois já há muito tempo queria partilhar este tema convosco. Se quiserem deixar nos comentários, digam qual destes três livros vos deu mais vontade de ler e sugestões de livros que tenham adorado.


Collecting sunlight | Seeking Adventures




Hoje trago-vos algo diferente. Este foi um passeio que fiz com a minha família pelos Miradouros de Lisboa há algum tempo. Devo confessar que adorei. Acabei o dia com os músculos doridos e muito cansada mas valeu a pena, pois a vista é lindíssima e descobri sítios de Lisboa que nunca tinha visitado. Como fotografar é um dos meus hobbies preferidos, foi ideal para tirar milhentas fotografias e apreciar a paisagem lisboeta. É algo que aconselho a todos que façam, especialmente com a luz do pôr do sol, acho que se torna numa tarde muito bonita e muito bem passada.
Se quiserem fazer o percurso que fiz, os miradouros a visitar são: Miradouro da Graça, Miradouro da Senhora do Monte, Miradouro de Santa Catarina, Miradouro de Santa Luzia, Miradouro de São Pedro de Alcântara, Miradouro do Castelo de S. Jorge e Miradouro das Portas do Sol.
_________________________________________________________________________________________________________

Já há algum tempo que escrevi na minha descrição do blog acerca da minha paixão por cinema e literatura, mas nunca demonstrei esses interesses aqui no blog, pelo que gostava de mudar. Adoro moda e fotografia e tudo o que tenho partilhado no blog mas sinto que podia acrescentar algo mais, algo com que me identifique e que me permita demonstrar as minhas opiniões e dar a conhecer um pouco mais de mim e, por essas razões decidi acrescentar novos temas e mal posso esperar por partilhá-los convosco. Esperem pelo próximo post!